Companheira Sandra Lima: presente na luta!

Nota do blog: Reproduzimos matéria publicada em AND nº 175 sobre o falecimento da companheira Sandra Lima, a cerimônia funerária e sua vida dedicada com afinco, decisão e firmeza exemplares, na qual deve se mirar e tomar como exemplo com entusiasmo a juventude revolucionária no Brasil e no mundo.

Cerimônia no funeral homenageia a companheira Sandra Lima.

Continuar lendo “Companheira Sandra Lima: presente na luta!”

Lutar contra o velho Estado e o imperialismo e pela República Popular do Peru (Movimento Popular Peru – Comitê de Reorganização)

Nota do blog: Reproduzimos comunicado assinada pelo Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização), organismo gerado do PCP para o trabalho no estrangeiro, tomando posição contra o resultado da farsa eleitoral levada a cabo no Peru e denunciando o fato consumado de o novo governo ser mais uma gerência serviçal dos ianques que aprofundará a entrega do país ao imperialismo.

Continuar lendo “Lutar contra o velho Estado e o imperialismo e pela República Popular do Peru (Movimento Popular Peru – Comitê de Reorganização)”

Resposta e autocrítica dos camaradas de Dem Volke Dienen sobre Filipinas

Nota do blog: Reproduzimos resposta dos companheiros do Dem volke Dienen aos companheiros da Frente Democrática Nacional das Filipinas (FDNF) acerca dos caminhos da Revolução Filipina.

f53

Continuar lendo “Resposta e autocrítica dos camaradas de Dem Volke Dienen sobre Filipinas”

Celebrar os 50 anos da Grande Revolução Cultural Proletária!

Pedimos aos leitores que acompanhem este blog (link abaixo) sobre os 50 anos da Grande Revolução Cultural Proletária que tanto estamos tratando neste ano corrente. Aproveitamos para reafirmar o convite lá feito, para o Ato Político-cultural em celebração desta importantíssima data para o proletariado internacional e revolucionários:

Ato político-cultural

Dia 14 de outubro, a partir das 13h00

Teatro Mário Lago – Colégio Pedro II

São Cristóvão – Rio de Janeiro – RJ

Brasil

http://celebrar50anosgrcp.blogspot.com/

21 anos da Heroica Batalha de Santa Elina – Corumbiara (Rondônia)

9 de agosto de 1995 – marcado na história do movimento camponês brasileiro como o dia em que os camponeses que ocupavam a fazenda de Santa Elina, município de Corumbiara, atacados por hordas fascistas e genocidas da polícia militar, organizada com paramilitares do latifúndio, decidiram pela resistência contando apenas com suas rudimentares armas: pedras, paus, foices, facões e espingardas de caça.

Um marco e divisor d’água no movimento camponês, dividindo em dois os caminhos para os camponeses pobres sem terra ou com pouca terra: o caminho burocrático, das eleições, das negociações com órgãos do velho Estado que estão conluiados até a medula com os latifundiários, ou o caminho da luta e independência para conquistar a terra, produzir e eliminar o latifúndio.

Até hoje, a tal “justiça” do velho Estado burguês-latifundiário só fez uma farsa de julgamento onde encenou a “lição moral”: foram condenados líderes camponeses e um policial militar, enquanto os mandantes, latifundiários e gerente estadual à época, saíram impunes. Só o povo tem interesse na justiça!

Celebremos o 21º aniversário da Heroica Batalha de Santa Elina, a resistência camponesa de Corumbiara!

Honra e glória aos heróis, camponeses de Santa Elina!

Morte ao latifúndio!

Segue folheto/boletim da Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia e Amazônia Ocidental

Batalha Corumbiara

PDF: Viva a heroica resistência camponesa de Corumbiara

Sobre a economia política do Brexit e outras questões (Nuevo Peru, Hamburgo)

Blog da redação: Reproduzimos declaração da Associação de Nova Democracia Nuevo Peru (Hamburgo, Alemanha) analisando a pugna e conluio entre as potências e superpotências imperialistas, principalmente europeias, particularmente entre Alemanha, Inglaterra, USA, Rússia e sócios-menores.

Importante compreender todos os aspectos da disputa entre os imperialistas que se deu em torno do tão alardeado “Brexit”, a saída da União Europeia. Para tanto, cabe compreender o que é a União Europeia, quais as relações que vêm estabelecendo os cães imperialistas entre si, qual o papel que cumpre o “Referendo” e todas as farsas eleitorais nestes processos, ademais da solução: concentrar forças nas tarefas que servem a dirigir o proletariado e massas populares à revolução socialista, destruição do Estado imperialista e construção da ditadura do proletariado, combatendo a burguesia imperialista e seu instrumento de dominação, seja ele “democrata” reacionário, abertamente fascista ou o que for.

Acirra-se a disputa interimperialista e todas as demais contradições fundamentais.
Acirra-se a disputa interimperialista e todas as demais contradições fundamentais.

Continuar lendo “Sobre a economia política do Brexit e outras questões (Nuevo Peru, Hamburgo)”

Pronunciamentos em homenagem a companheira Sandra Lima

Nota do blog: Por ocasião do falecimento da grande comunista marxista-leninista-maoísta brasileira, fundadora do Movimento Feminino Popular (MFP) e militante revolucionária Sandra Lima, várias organizações revolucionárias e democráticas do mundo se pronunciaram e outras ainda hão de fazê-lo para render suas últimas homenagens para a companheira.

Publicamos a seguir estes pronunciamentos já feitos e atualizaremos, neste mesmo link, conforme forem saindo novos pronunciamentos.

2016-08-01

Continuar lendo “Pronunciamentos em homenagem a companheira Sandra Lima”

Honra e glória a companheira Sandra Lima!

2016-08-01Publicado originalmente em Blog da Redação de AND

Na noite de 27 de julho, uma das mentes mais inquietas e brilhantes com quem tivemos a oportunidade de conviver e compartilhar experiências cessou de pensar. Faleceu, após enfrentar com firmeza e serenidade a cirurgia para a remoção de um tumor cerebral, aos 61 anos, a companheira Sandra Lima.

Fundadora e dirigente do Movimento Feminino Popular e militante revolucionária, convicta marxista-leninista-maoísta, a companheira Sandra prestou inestimável contribuição de pensamento e ação para a luta das massas populares do campo e cidade, no nosso país e no mundo.

A companheira Sandra Lima dedicou sua vida à Revolução Brasileira. Foram mais de 40 anos de militância, organizando as massas nos bairros proletários e fábricas, na luta pela moradia, na luta pela terra, junto ao movimento operário e sindical classista. Dedicou-se como poucos à tarefa de formação política das novas gerações. Ministrou cursos e palestras em todo o país para a juventude revolucionária. Paciente e inquieta, ouvia e instruía os jovens, orientando-os na conduta proletária perante as massas e no compromisso com a revolução em nosso país.

Continuar lendo “Honra e glória a companheira Sandra Lima!”