Um grande documento histórico – 1967

Nota do blog: Para se entender melhor o processo de luta de duas linhas (revolucionária/proletária X reacionária/burguesa) dentro do Partido Comunista da China e o papel da Grande Revolução Cultural Proletária nesta luta, assim como relembrar essa grande experiência de “poder para o povo”, reproduzimos o texto a seguir, traduzido por Igor Diaz. Exprime-se acerca dos acontecimentos desta época – como por exemplo os posicionamentos reacionários do revisionista Peng Chen – tanto quanto sobre o poder que as massas populares desempenharam na Revolução Cultural, colocando abaixo ao poder da burguesia que se infiltrara no Partido Comunista e no Estado popular da China. Segue:

Estudantes proletários tomam as ruas em manifestação durante a Grande Revolução Cultural Proletária.
 


 

 Um grande documento histórico – 1967

feito pelos departamentos editoriais de “Hongqi” e “Renmin Ribao”


Tradução feita por I.G.D
.(de http://www.signalfire.org/2015/01/29/a-great-historic-document-1967/)

O histórico documento elaborado um ano atrás, sob a orientação pessoal do nosso grande líder e camarada Mao Tse-tung – em 16 de maio de 1968, Circular do Comitê Central do partido comunista da China – é um grande documento marxista-leninista. Ele agora já é de conhecimento do povo em geral. É apresentado a teoria, linha, princípios e políticas da grande revolução cultural proletária, esmagando assim, o regime da camarilha revisionista e contra-revolucionária de Peng Chen, que pretendia minar a grande revolução cultural proletária, em uma tentativa fútil de restaurar o capitalismo. Este documento soou o clarim para o avanço na grande revolução cultural proletária.

O “relatório de esboço” que Peng Chen lançou em fevereiro no ano passado, é um programa completamente revisionista, um programa para restaurar o capitalismo. A aparência deste programa foi uma exposição devastadora de uma anti-partidária e anti-socialista conspiração da camarilha de revisionista de Peng Chen. A Circular desmascarou a camarilha de revisionista contra-revolucionária de Peng Chen, que foi à falência. Isto deu um golpe na frente contra-revolucionária revisionista chefiada pelo Khrushchov da China, atirando-o na confusão. Este grande documento histórico, elaborado sob a orientação pessoal do camarada Mao Tse-Tung, possui um marxismo-leninismo criativamente desenvolvido que resolve a questão da revolução sob a ditadura do proletariado.

Marx e Engels fundaram a teoria do socialismo científico. Lenin e Stalin desenvolveram o marxismo, resolveram uma série de questões da revolução proletária na época do imperialismo e resolveram as questões teóricas e práticas de estabelecer a ditadura do proletariado em um só país. O camarada Mao Tse-Tung desenvolveu o marxismo-leninismo, resolvendo uma série de questões da revolução proletária na era atual e resolveu também, as questões teóricas e práticas da continuidade da revolução e da prevenção de uma restauração do capitalismo sob a ditadura do proletariado. Estes são três marcos monumentais na história do desenvolvimento do marxismo. A luta de classes sob a ditadura do proletariado, quando reduzido a um único ponto, é ainda a questão do poder político. Isto significa que o proletariado quer consolidar sua ditadura, enquanto a burguesia quer derrubar esta ditadura.

E, entre os representantes da burguesia, que em vão, tentam subverter a ditadura do proletariado, aqueles que fazem o mal maior são as autoridades que tomam a via capitalista infiltrados nos principais órgãos do partido e do poder político e que agita “bandeiras vermelhas” para opor-se à bandeira vermelha. O Presidente Mao aponta neste grande, documento histórico: “Há um número desses (representantes da burguesia) no Comitê Central e no partido, governo e outros departamentos tanto no centro como a nível provincial, municipal e regiões de nível autônomo”. Todo o partido deve “manter levantada a grande bandeira da revolução cultural proletária, expondo completamente a bancada burguesa reacionária dessas supostas ‘autoridades acadêmicas’ que se opõem ao partido e ao socialismo, criticar minuciosamente e repudiar as idéias burguesas reacionárias na esfera do trabalho acadêmico, da educação, do jornalismo, da literatura, da arte e da publicação e segurar a liderança nestas esferas culturais. Para conseguir isso, é necessário ao mesmo tempo a criticar e repudiar aqueles representantes da burguesia, que já entraram no partido, no governo, no exército e em todas as esferas da cultura, para removê-los ou transferi-los para outras posições.”

“Aqueles representantes da burguesia, que já entraram no partido, no governo, no exército e nos vários círculos culturais são um bando de revisionistas contra-revolucionários. Uma vez que as condições estão maduras, eles irão tomar o poder político e transformar a ditadura do proletariado em uma ditadura da burguesia. Alguns deles já desmascaramos, outros não. Alguns ainda são de nossa confiança e estão sendo treinados como nossos sucessores, pessoas como Khrushchov, por exemplo, que ainda estão aninhados ao nosso lado. Comitês do partido em todos os níveis devem prestar toda a atenção a este assunto.” A grande revolução cultural proletária, em sua prática mais significativa no ano passado, mostrou o quão brilhante são estas teses científicas do Presidente Mao!

Essas teses científicas são a luz do farol que guiam a grande revolução cultural proletária e a consolidação da ditadura do proletariado; elas são a luz do farol garantindo a transição do socialismo ao comunismo. Ainda existem classes e luta de classes em uma sociedade socialista, sobretudo após a transformação socialista da propriedade dos meios de produção em grande parte realizada? Todas as lutas de classe na sociedade ainda estão centralizadas em torno da questão da luta pelo poder político? Nas condições da ditadura do proletariado, ainda temos que fazer a revolução? Contra quem se deve fazer a revolução? E como nós devemos realizar a revolução? Marx e Engels possivelmente não resolveriam esta série de problemas teóricos em seu tempo. Lenin viu que, depois que o proletariado tomou o poder, a burguesia derrotada ainda manteve-se mais forte do que o proletariado e estava sempre ensaiando um retorno. Ao mesmo tempo, os pequenos produtores foram incessantemente gerando o capitalismo e a classe capitalista novamente, assim, constituindo uma ameaça para a ditadura do proletariado. Para lidar com esta ameaça contra-revolucionária e superá-la, portanto, era necessário fortalecer a ditadura do proletariado durante um longo período de tempo. Não havia outra maneira. No entanto, Lênin morreu antes que ele pudesse resolver estes problemas na prática.

Stalin foi um grande marxista-leninista que realmente limpou um grande número de representantes contra-revolucionários da burguesia que infiltraram-se no partido, incluindo Trotsky, Zinoviev, Kamenev, Radek, Bukharin, Rykov e os seus semelhantes. Mas ele falhou em não reconhecer, ao nível da teoria, que as classes e luta de classes existem na sociedade durante todo o período histórico da ditadura do proletariado e que a questão de quem vai ganhar na revolução ainda devem ser resolvidos; em outras palavras, se tudo isso não é tratado adequadamente, ainda existirá a possibilidade de um contra-ataque da burguesia. No ano antes de morrer, Stalin tornou-se ciente desse ponto e afirmou que existem contradições na sociedade socialista e que se não forem devidamente resolvidas podem transformar-se em contradições antagônicas.

O camarada Mao Tse-Tung tem dado toda a atenção para a experiência histórica da União Soviética. Ele resolveu corretamente esta série de problemas em um número inteiro de grandes escritos e instruções, neste grande documento histórico e na prática mais significativa da grande revolução cultural proletária, pessoalmente, iniciada e liderada por ele. Este é o sinal mais importante que indica que o marxismo se desenvolveu para uma fase inteiramente nova. Nos primeiros anos do século XX, o marxismo desenvolveu-se para o estágio do leninismo. Na era atual, desenvolveu-se ainda mais, chegando ao estágio do pensamento de Mao Tse-tung.

O Presidente Mao nos diz que os principais alvos da revolução sob a ditadura do proletariado são os representantes da burguesia, que fizeram seu caminho para dentro do aparelho da ditadura do proletariado, o punhado de pessoas do partido que seguem a via capitalista. A contradição entre o punhado de pessoas do partido em autoridade tomando o caminho capitalista por um lado, e as massas de trabalhadores, camponeses e soldados e os quadros revolucionários e intelectuais do outro lado, é a contradição principal e a mais antagônica. A luta para resolver esta contradição é uma manifestação concentrada da luta entre duas classes – o proletariado e a burguesia – e duas estradas, o socialismo e o capitalismo.

Expor o punhado de pessoas do partido em autoridade que seguem a via capitalista, colocar diante do público e criticar e repudiar por completo sua linha revisionista, refutar completamente, rejeitar e derrubá-los e realizar a luta para tomar o poder deles – esta é a principal tarefa que a grande revolução cultural proletária tem para realizar. Esta é a orientação geral da luta, e devemos nos prender firmemente a ela. A “pessoa como Khrushchov”, mencionada pelo Presidente Mao no documento que ainda estava aninhada ao lado, agora foi exposta pelas massas. Este Khrushchov da China é a maior figura que segue a via capitalista no partido em autoridade e é também o principal representante da burguesia dentro do aparelho da ditadura do proletariado. Divulgações factuais estabeleceram agora que essa maior figura que segue a via capitalista do partido em autoridade é um oportunista veterano. Antes da vitória em todo o país ser alcançada, ele opôs-se a tomada do poder político pelo proletariado. Depois que a vitória em todo o país foi conquistada, ele se opôs à ditadura do proletariado, opôs-se a revolução socialista e queria praticar o capitalismo na China.

Após a transformação socialista da propriedade dos meios de produção realizada em grande parte, ele desejou restaurar o capitalismo na China. Agora que foi conclusivamente provado que o revisionista contra-revolucionário “Esboço de fevereiro” feito por Peng Chen foi apoiada por ele e foi realmente seu programa também, que papel ele fez em relação ao movimento de massas da grande revolução cultural proletária? Tomando uma posição burguesa e reacionária, ele exerceu uma ditadura burguesa e suprimiu o vigoroso movimento da grande revolução cultural proletária. Ele cercou e atacou os revolucionários, suprimiu opiniões diferentes da sua e impôs um terror branco, e ele fez tudo isso com grande presunção. Ele inflou a arrogância da burguesia e golpeou a moral do proletariado. Como ele é absolutamente pernicioso!

Agora está claro para todos que, entre os revisionistas contra-revolucionários, entre aqueles que iriam tomar o poder político e transformar a ditadura do proletariado em uma ditadura da burguesia, uma vez que as condições estão maduras, conforme descrito pelo Presidente Mao neste grande documento histórico, a figura principal não é outra a não ser a pessoa do alto escalão do partido em autoridade que segue a via capitalista. A exposição à luz do dia de um punhado de pessoas do alto escalão do partido em autoridade que seguem a via capitalista é o evento mais importante que afetam o destino de nosso estado socialista e o futuro da revolução mundial. É o resultado mais importante da grande revolução cultural proletária. O revolucionário povo da China e do mundo inteiro clamam por unanimidade esta grande vitória. As intrigas de imperialismo e revisionismo moderno, pelo que tentam em vão, criar subversão na China através de seus agentes, sofreram o maior fracasso.

O fato de que a camarilha revisionista usurpou a liderança do partido e do estado e está restaurando o capitalismo na União Soviética, o primeiro país socialista, fornece a maior lição da história da ditadura do proletariado no mundo. Aconteceu, também, em alguns outros países socialistas. E precisamente por resumir a experiência histórica da ditadura do proletariado no mundo, nosso grande líder presidente Mao suscitou centenas de milhões de pessoas a empreender a grande revolução cultural proletária, fornecendo a garantia mais segura de que o nosso partido e o país nunca vão mudar a cor de sua política. Essa é a maior contribuição do camarada Mao Tse-tung na teoria e na prática ao proletariado de todo o mundo.

O documento anuncia a dissolução do antigo “grupo dos cinco responsável pela revolução cultural”, que foi totalmente controlado pela camarilha revisionista contra-revolucionária de Peng Chen. Ele anuncia a criação de um novo grupo central da Revolução Cultural diretamente no âmbito do Comitê permanente do Bureau político do Comitê Central do partido. Esta é uma medida importante para realizar a revolução cultural proletária. A publicação deste grande documento histórico é um evento importante na vida política do nosso país e do movimento comunista internacional. Nós já obtivemos tremendas vitórias em nossa grande revolução cultural proletária. No entanto, há sérias tarefas ainda à frente de nós. Vamos criticar exaustivamente e repudiar completamente, politicamente, ideologicamente e teoricamente, o punhado de pessoas do alto escalão do partido que seguem a via capitalista. Devemos ainda mais, trazer sobre a grande aliança dos proletários revolucionários, unir o maior número possível entre as massas e unir-se a grande maioria dos quadros. Vamos trazer a combinação revolucionária de “três-em-um” e tomar o poder naqueles lugares e departamentos onde isto é necessário para que o poder esteja verdadeiramente nas mãos do proletariado. Nós devemos combinar o grande movimento de crítica com as tarefas de “luta-críticas-transformação”* em cada unidade e realizar estas tarefas com sucesso.

Vamos trabalhar ainda melhor “segurando firme a revolução e promovendo a produção” a fim de garantir a crescente prosperidade de todos os tipos de empresas no campo da construção socialista. O Comitê Central do partido apela a todos os camaradas revolucionários para estudar este documento conscienciosamente. Através deste estudo, tendo em conta a nova situação no tempo presente e a experiência adquirida na luta durante o ano passado, eles devem armar-se ainda mais com o pensamento de Mao Tse-tung, alcançar uma melhor compreensão e alcance da teoria, linha, princípios e condições estabelecidas pelo Presidente Mao para a grande revolução cultural proletária e realizar esta revolução até o fim.

Imagem de manifestação popular durante a Revolução Cultural.

A presente Grande Revolução Cultural é apenas a primeira; inevitavelmente haverá muitas mais no futuro. Nos últimos anos o camarada Mao Tse-Tung tem dito repetidamente que a questão de quem vai ganhar na Revolução só pode ser resolvida por um longo período histórico. Se as coisas não são tratadas adequadamente, é possível que uma restauração capitalista ocorra a qualquer momento. Não deve ser considerado por qualquer membro do partido ou qualquer uma das pessoas em nosso país, que tudo vai ficar bem depois de uma ou duas grandes revoluções culturais, ou mesmo três ou quatro. Temos que ficar em alerta e nunca perder a cautela.

(“Renmin Ribao”, 18 de maio de 1967.)


* “Luta-críticas-transformação” significa: para lutar contra e derrubar as autoridades que estão tomando a via capitalista, para criticar e repudiar as “autoridades” acadêmicas reacionárias a serviço da burguesia e a ideologia burguesa e todas as outras classes exploradoras e transformar a educação, literatura e arte e todas as outras partes da superestrutura que não correspondem com a base econômica socialista. – Tr revisão de Pequim, n º 21, 19 de maio de 1967.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s