“Carta de afastamento do PCR”, de Manoel Coelho Raposo.

Nota do blog: O que segue é uma carta escrita pelo grande e histórico comunista brasileiro Manoel Coelho Raposo em despedida do PCR revisionista. Sua crítica segue sendo o principal documento para desmascarar esse partido que, se apropriando do histórico líder comunista Manoel Lisboa, manobra no mais cretino revisionismo.

Continuar lendo ““Carta de afastamento do PCR”, de Manoel Coelho Raposo.”

Anúncios

A África e a africanização

Nota do blog: O seguinte texto foi publicado originalmente em AND nº 10 (junho de 2003), de autoria de José Maria Oliveira, trazendo brevemente acerca das revoluções africanas do século passado, a ação desgraçada do revisionismo por sabotá-las e todo o contexto.

Continuar lendo “A África e a africanização”

Escravidão doméstica assalariada: colonialismo, racismo e patriarcado.

Nota do blog: A seguinte matéria foi nos enviada por leitores e é de autoria da camarada Taciana S. Royes, apresentando dum ponto de vista proletário e militante a questão do assim dito “trabalho doméstico” (leia-se escravidão doméstica), suas origens e traços históricos.

Continuar lendo “Escravidão doméstica assalariada: colonialismo, racismo e patriarcado.”

Coreia do Norte: norte revisionista lambe as botas do capitalismo do sul

Um se divide em dois: a arma revolucionária de Mao Tsetung

Nota do blog: O seguinte artigo é um fragmento da obra “Um se divide em dois: A arma revolucionária de Mao Tse-Tung” (de Antonio de Irala), traduzido pela colaboração do blog. Explana sobre a teoria do Presidente Mao “um se divide em dois”, em oposição à teoria filosófica revisionista encabeçada por Liu Shao-chi de que “dois integram um”. Publicado originalmente pelo blog Cultura Proletária.

Continuar lendo “Um se divide em dois: a arma revolucionária de Mao Tsetung”

Haiti: A Revolução é a única saída (Movimento Revolucionário Internacionalista)

Nota do blog: A seguinte publicação compila trechos de documentos elaborados por revolucionários maoistas e simpatizantes do Movimento Revolucionário Internacionalista (MRI) no Haiti, publicado na revista dirigida pelo MRI “Um Mundo a Ganhar”, de 1988. Traduzido pelo companheiro Alessandro Santos.

haitiprotest
Manifestação democrática contra a ocupação das forças da ONU no país.

Atualmente, o Haiti é palco de uma ocupação genocida pelas forças da ONU, ocupação ditada pelo imperialismo ianque e coordenada pelas forças armadas brasileiras que treinam seus soldados no espírito da brutalidade genocida com nossos irmãos haitianos para depois trazê-los de volta e praticar todo o terror aqui também.
Os documentos a seguir são, portanto, cada vez mais atuais.

Continuar lendo “Haiti: A Revolução é a única saída (Movimento Revolucionário Internacionalista)”

Marxismo-leninismo-maoísmo ≠ Marxismo-Leninismo Pensamento Mao Tsetung

Nota do blog: O seguinte texto é uma contribuição do assim assinado camarada Ajith, do então Partido Comunista da Índia (Marxista-Leninista) Naxalbari, sobre a questão da adoção do marxismo-leninismo-maoismo como a nova etapa do marxismo, superando o então “Pensamento Mao Tsetung”. Ainda hoje, mesmo no Brasil, é uns e outros que renegam o maoismo e adotam a terminologia “Pensamento Mao Tsetung”, o que ilustra uma incompleta adoção do maoismo, principalmente na prática, e uma interrupta e inacabada ruptura com o revisionismo moderno.
Publicado originalmente no órgão “Workers”, traduzido pelo companheiro Narciso Neto.

maestros

Continuar lendo “Marxismo-leninismo-maoísmo ≠ Marxismo-Leninismo Pensamento Mao Tsetung”