Mulheres combatentes do Partido Comunista do Peru (vídeo)

Nota do blog: Durante, principalmente, os primeiros 12 anos de Guerra Popular, o PCP e seus organismos gerados tinham grande inserção e atuação de resistência nas prisões, organizando, mediante disciplina férrea, uma autossustentação (providenciar comida, medicamentos e mantimentos em geral próprios, frustando os planos da reação de, como o fizeram no início, misturar vidro quebrado ou veneno nos alimentos, etc.) e transformando a prisão, de uma masmorra do velho Estado para sufocar e destruir a vontade e a alma do prisioneiro, em luminosas trincheiras de combate, verdadeiras bases revolucionárias. No seguinte vídeo, gravado pelo próprio partido e, a posteriori, divulgado abertamente na Internet, há a intervenção das mulheres do PCP em marchas, apresentações políticas e culturais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s