Coreia do Norte: os social-imperialistas chineses se comportam como miseráveis imperialistas que são (Associação de Nova Democracia, 2017)

Nota do blog: Publicamos a seguir outra parte da análise e síntese dos camaradas da Associação de Nova Democracia Nuevo Peru (Hamburgo, Alemanha) sobre a grave situação na Península Coreana, onde escala a agressão ianque e a pressão dos imperialistas russos e social-imperialistas chineses para desarmar a RDPC e levar seu governo a culminar a capitulação.

Continuar lendo “Coreia do Norte: os social-imperialistas chineses se comportam como miseráveis imperialistas que são (Associação de Nova Democracia, 2017)”

Anúncios

‘Viva o 89º Aniversário da Fundação do Partido Comunista do Peru! ’ (MPP – CR)

Proletários de todos os países, uni-vos!

Estimados Camaradas,

Como parte da celebração do 89º aniversário da fundação do Partido Comunista do Peru (PCP), por Mariátegui, em 7 de outubro de 1928, publicamos parte de uma importante intervenção do Presidente Gonzalo como a melhor contribuição para a celebração desta data em nosso país e no mundo.

 

VIVA A REORGANIZAÇÃO GERAL DO PARTIDO EM MEIO A GUERRA POPULAR!

VIVA O 89º ANIVERSÁRIO DA FUNDAÇÃO DO PARTIDO COMUNISTA DO PERU!

VIVA O PRESIDENTE GONZALO!

VIVA O MARXISMO-LENINISMO-MAOISMO, PENSAMENTO GONZALO!

COMBATER O IMPERIALISMO, O REVISIONISMO E A REAÇÃO INDESLIGAVEL E IMPLACAVELMENTE!

MOVIMENTO POPULAR PERU (CR)

OUTUBRO DE 2017

Continuar lendo “‘Viva o 89º Aniversário da Fundação do Partido Comunista do Peru! ’ (MPP – CR)”

‘Saudações comunistas pelas datas e pelo mês de Outubro vermelho’ (PCP, outubro 2017)

Nota do blog: Publicamos tradução não-oficial do pronunciamento do Partido Comunista do Peru (PCP) em saudação às organizações e partidos comunistas maoístas que impulsionam a campanha em defesa da vida e saúde do Presidente Gonzalo e seu Todopoderoso Pensamento.

O PCP emitiu saudações “especialmente ao Movimento Popular Peru (Comitê de Reorganização)” e “ao Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha) por seus aportes e apoio à Guerra Popular no Peru” e “por reconhecer as contribuições do Presidente Gonzalo ao maoismo”.

11-10.jpg

Continuar lendo “‘Saudações comunistas pelas datas e pelo mês de Outubro vermelho’ (PCP, outubro 2017)”

Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha): ‘Viva os 25 anos do discurso do Presidente Gonzalo!’

 

Viva os 25 anos do discurso do Presidente Gonzalo!

Viva o Presidente Gonzalo e seu pensamento todo-poderoso!

O discurso do Presidente Gonzalo segue repercutindo em todo o mundo e convoca os comunistas a levantar as massas oprimidas de todo o mundo em armas para combater o imperialismo e seus lacaios, fazer a revolução, derrotar a guerra imperialista, levando a revolução proletária mundial à vitória do socialismo em todo mundo e em marcha para a meta final do Comunismo!

Nesta importante data do proletariado internacional, expressamos nosso reconhecimento ao Presidente Gonzalo, chefe da Revolução Peruana, maior marxista-leninista-maoísta vivente sobre a face da terra, e seu pensamento todo-poderoso.

Desde a mais luminosa trincheira de combate, o Presidente Gonzalo e seu pensamento todo-poderoso, seguem derrotando os planos do imperialismo e do novo revisionismo das LOD, MOVADEF e PCPMLM(VRAEM) no Peru, de Prachanda no Nepal, de Avakian PCRUSA e demais variantes. O duro golpe assestado contra a revolução, a guerra popular e o PCP correspondeu ao auge da ofensiva contrarrevolucionária de caráter geral e convergente entre imperialismo e revisionismo. Contudo, não existe derrota definitiva para o proletariado e a guerra popular vencerá inevitavelmente! Muito ao contrário do berreiro incessante da reação no Peru e no estrangeiro de derrota estratégica e completa do PCP e do Presidente Gonzalo, em meio a mil dificuldades porque passa a guerra popular, encarnando vivamente seu pensamento e firmemente sujeito a sua chefatura, os comunistas no Peru desafiando o vento e maré, vêm aplastando os planos e campanha por campanha do imperialismo ianque, dos revisionistas capitulacionistas de direita e oportunistas de “esquerda”, de toda contrarrevolução enfim, e estão superando o percalço no caminho, através de culminar a reorganização geral do Partido para dar novo e poderoso impulso à Guerra Popular.

Foi o pensamento gonzalo através da guerra popular que a dirige no Peru quem elevou o marxismo, o marxismo-leninismo, a uma nova, terceira e superior etapa de desenvolvimento: o maoísmo. Nós comunistas, marxistas-leninistas-maoístas do Brasil, afirmamos que foram os disparos dos fuzis da Guerra Popular no Peru que trouxeram, pela primeira vez e autenticamente o maoísmo ao nosso país. Assim é que se armou e se forjou a fração vermelha na luta de duas linhas, contra o imperialismo, o capitalismo burocrático e a semifeudalidade e no combate sem quartel contra o revisionismo e todo oportunismo que afundara o movimento revolucionário e comunista no país liquidando o Partido Comunista do Brasil enquanto partido marxista-leninista. Assim é que os marxistas-leninistas-maoístas em nosso país empreenderam a tarefa pendente e atrasada de reconstituir o Partido Comunista do Brasil como verdadeiro partido comunista maoísta militarizado, único capaz de passar a luta de classes do nosso heroico proletariado à sua mais alta forma de luta, a da luta armada revolucionária como guerra popular prolongada pela conquista do Poder para a classe e massas populares na revolução de nova democracia ininterrupta ao socialismo, a serviço da revolução proletária mundial e no rumo do luminoso Comunismo.

Continuar lendo “Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha): ‘Viva os 25 anos do discurso do Presidente Gonzalo!’”

Sobre o tratamento correto das contradições no seio do povo (Mao Tsetung, 1957)

27 de fevereiro de 1957*

O tema geral da minha intervenção é a justa solução das contradições no seio do povo. Para facilitar sua exposição, o tema está dividido em doze partes. Apesar de serem igualmente tratados os problemas das contradições existentes entre nós e o inimigo, este debate, porém, tem como assunto principal a análise das contradições que se manifestam no seio do povo.

I. Dois tipos de contradição de caráter distinto

O nosso país encontra-se atualmente mais unido do que nunca. As vitórias da revolução democrática burguesa e da revolução socialista, assim como os êxitos alcançados na edificação do socialismo transformaram rapidamente a fisionomia da velha China. O futuro da nossa pátria anuncia-se ainda mais radioso. A divisão e o caos do país, odiados pelo povo, pertencem para sempre ao passado. Sob a direção da classe operária e do Partido Comunista, os 600 milhões de habitantes do nosso país, unidos como um só homem, entregam-se agora à grandiosa tarefa da edificação socialista. Unificação do país, unidade do povo e unidade de todas as nacionalidades – eis a garantia fundamental do triunfo seguro de nossa causa. Todavia, isto não significa de maneira nenhuma que já não existam quaisquer contradições na nossa sociedade. Crer isso seria uma ingenuidade que não corresponderia a realidade objetiva. Nós enfrentamos dois tipos de contradições sociais – as que existem entre nós e o inimigo, e as que existem no seio do próprio povo. Estes dois tipos de contradições são de natureza totalmente diferente.

Continuar lendo “Sobre o tratamento correto das contradições no seio do povo (Mao Tsetung, 1957)”

Alemanha: Viva o 25º aniversário do discurso do Presidente Gonzalo

Tradução não-oficial.

Proletários de todos os países, uni-vos!

Viva o 25º aniversário do discurso do Presidente Gonzalo em 24 de setembro de 1992

“Nós estamos aqui como filhos do povo e estamos combatendo nestas trincheiras que são também trincheiras de combate e o fazemos porque somos comunistas! Porque nós defendemos aqui os interesses do povo, os princípios do Partido, a Guerra Popular, isso é o que fazemos, o estamos fazendo e seguiremos fazendo!”

Em 24 de setembro deste ano comemora-se o 25º aniversário do grande discurso do Presidente do Partido Comunista do Peru, o Presidente Gonzalo. Com o plano de socavar seu papel como líder da heroica guerra popular no Peru e sua imensa importância internacional para as nações em luta no mundo, a reação peruana tentou apresenta-lo diante da imprensa internacional aprisionado em uma jaula no dia 24 de setembro de 1992, doze dias depois de sua detenção. Ao contrário das tentativas de ridicularizá-lo, o Presidente Gonzalo pronunciou um discurso nestas condições, cujo sentido não é só histórico, mas também segue vigente hoje em dia na luta dos comunistas.

Continuar lendo “Alemanha: Viva o 25º aniversário do discurso do Presidente Gonzalo”