‘Nossas vozes armadas’, por Presidente Gonzalo

Nota do blog: Publicamos a seguir poema estruturado com trecho de uma intervenção do Presidente Gonzalo. Retirado do livro Tempos de guerra, Edições Ayacucho.


Nossas vozes armadas

Nós responderemos

os desconjuntaremos

os dividiremos

suas ofensivas

nós converteremos

em uma multidão

de pequenas

ofensivas

nossas

E os cercadores

serão cercados

os aniquiladores

serão aniquilados

os triunfadores

serão derrotados

e a besta

finalmente

será encurralada

e

o estrondo

de nossas vozes armadas

os fará estremecer

de pavor

e terminarão

mortos de medo

convertidos

em poucas

e negras

cinzas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s