Peru: Rechaçamos a VIII Cúpula das Américas (Associação de Nova Democracia, 2018)

Nota do blog:  Publicamos importante texto da Associação de Nova Democracia – Nuevo Peru em repúdio à Cúpula das Américas, apontando esta como instrumento ianque para reger seu domínio sobre os governos lacaios da América do Sul, e ainda, que esta aumentará a repressão sobre o povo peruano.

 


Rechaçamos a VIII Cúpula das Américas impulsionada pelo imperialismo ianque que acontecerá dias 13 e 14 de abril, em Lima.

 

 Rechaçamos a VIII Cúpula das Américas, que acontecerá em Lima nos dias 13 e 14 de abril de 2018, por ser um foro internacional que o imperialismo norte-americano vem impulsionando principalmente com os países agrupados na Aliança do Pacífico, em função da execução de seus planos hegemônicos na região sul-americana, e a concretização de seu chamado “Plano Peru”, que está intimamente ligado a ampliação de seu plano fascista de 1990 reajustado com vistas ao “bicentenário” 2021.

Muito se comenta sobre a ausência do arquirreacionário e genocida presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mas esta não significa nenhuma mudança importante nos planos do imperialismo ianque para a América Latina, seu quintal, onde está incluído o Peru. Como disse o internacionalista Ernesto Velit ao jornal El Comercio (11 de abril de 2018):

“Faltará o ‘glamour’ que a cúpula teria, mas não creio que reduza a importância política porque a reunião seguirá com todos os temas de vital importância da agenda, como a corrupção e a governabilidade”, destacou o analista ao El Comercio.

 Nesse sentido destacou que, de toda maneira, os Estados Unidos estará presente através do vice-presidente Mike Pence. “Evidentemente faltará espetacularidade ao evento, mas não força política nem diplomática”, acrescentou.

Além disso esta cúpula significará um grande incremento repressivo contra povo peruano que é contrário a realização desta cúpula entre o imperialismo e seus lacaios do continente, já que o governo que encabeça o velho Estado latifundiário-burocrático a serviço do imperialismo, principalmente ianque, dispôs 16 mil policiais para reprimir as demonstrações contra a realização desta cúpula, a que se somaram centenas de efetivos militares do imperialismo ianque aos quais foi autorizado ingresso com armamento ao país para dar “segurança” a seus representantes e as Forças Armadas genocidas estão prontas para disparar no momento que se exija e mesmo assim, o governo declarou a suspensão das atividades do setor público e privado nos dias 13 e 14 de abril, data da realização da VIII Cúpula das Américas.

1

“A segurança do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (agora do seu vice-presidente Mike Pence, nota nossa) durante a participação na VIII Cúpula das Américas, que será celebrada em Lima na próxima semana, estará a cargo de 568 militares de seu país, que ingressarão armados ao Peru e com dois helicópteros.

O Pleno do Congresso aprovou um projeto de resolução legislativa que autoriza a entrada  das tropas dos Estados Unidos ao país “como membros da segurança” de Trump durante sua permanência em Lima.

2

Precisa-se que 114 membros do Exército e 454 membros da Força Aérea estadunidense integrarão esse corpo, que permanecerão 18 dias no país “com equipamento militar, armamento e dois helicópteros”. (Nota de imprensa do Congresso do Peru, da pocilga da praça Bolívar).

E a nota de Ripley em uma citação do amo e lacaios podres como o peão Vizcarra: “A VIII Cúpula das Américas será realizada nos dias 13 e 14 de abril em Lima, onde os chefes de Estado abordarão como tema central a governabilidade democrática frente a corrupção, assim como a adoção de medidas concretas nessa matéria”.

As forças policiais serão concentradas para reprimir as manifestações das massas. E quanto aos oportunistas? Neste caso, os da frente ampla assumindo a representação de todos os oportunistas, expressaram sua “alegria pela ausência de Trump”, ou seja, a ausência do cabeça do imperialismo ianque que será representado por seu vice-presidente Pence. E isso muda a coisa, muda o caráter da mesma? Não, esse argumento oportunista lacaio só serve para justificar a marcha adiante do plano ianque da VIII Cúpula. Assim explicitou  um de seus gonfalones, “o porta-voz da  Frente Ampla, Wilbert Rozas, que disse acreditar que “em uma cúpula onde se falará de governabilidade, de nenhuma maneira poderia vir uma pessoa que viola os direitos humanos” (nota do mesmo jornal reacionário citado). Em outras palavras, para estas ratazanas, se Trump não vem a cúpula é boa e não deve-se protestar contra, mas trancar-se em algum grande salão para a “alternativa” com suas personalidades oportunistas e representantes da fração burocrática de alguns países do continente. Não! As massas têm que sair em protesto contra a realização deste foro internacional que o imperialismo norte-americano vem impulsionando principalmente com os países agrupados na Aliança do Pacífico, em função da execução de seus planos hegemônicos na região sul-americana, e a concretização de seu chamado “Plano Peru”, que está intimamente ligado à ampliação de seu plano fascista de 1990 reajustado com vistas ao “bicentenário” 2021. As massas têm que sair em protesto contra os representantes do imperialismo ianque e seus lacaios sem deixar-se levar pelo oportunismo na América Latina.

 

YANQUES GO HOME!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s