Declaração sobre os incidentes de 1º de maio em Berlim (Partido Comunista do Brasil – Fração Vermelha)

Nota do blog: Publicamos declaração do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil – Fração Vermelha recebida por correio eletrônico.


Proletários de todos os países, uni-vos!

 

Sobre os incidentes de 1º de Maio em Berlim, o internacionalismo
e a luta de duas linhas pela unidade do Movimento Comunista Internacional

Ao Movimento Comunista Internacional, aos revolucionários proletários da Alemanha e anti-imperialistas em todo o mundo

No dia 1o de maio, a chamada “Jugendwiderstand” [“Resistência Juvenil”] (JW), atacou deliberadamente ativistas revolucionários durante a marcha de 1º de Maio em Berlim. Os ativistas que foram agredidos, faziam parte do Bloco Internacionalista e carregavam lenços e estandartes da Campanha Mundial pelos 200 anos do grande Karl Marx, com a consigna de “proletários de todos os países, uni-vos! Estes são os mesmos ativistas que há tempos, na Alemanha e no exterior, têm estado à frente da Campanha Internacional de Apoio a Guerra Popular da Índia, das ações de apoio à Guerra Popular Peru, Filipinas, Turquia, bem como à luta revolucionária no Brasil e América Latina.

Continuar lendo “Declaração sobre os incidentes de 1º de maio em Berlim (Partido Comunista do Brasil – Fração Vermelha)”

Declaração conjunta por ocasião do Dia da Heroicidade (junho de 2018)

Tradução não-oficial

 


Proletários de todos os países, uni-vos!

 

Dia da Heroicidade

Lutar, lutar, lutar é nossa felicidade

 

“Os prisioneiros de guerra, como o personagem

da história, seguem ganhando batalhas

além da morte, pois, vivem e combatem em nós

conquistando novas vitórias”.

Presidente Gonzalo

 

O dia 19 de junho se constituiu como um marco da heroicidade, valor e coragem dos heróis da guerra popular no Peru e, referência histórica do proletariado internacional.

Precisamente nessa data, 19 de junho de 1986, o velho Estado do Peru, representado pelo governo fascista de Alan García, cometeu contra prisioneiros de guerra um dos genocídios mais execráveis que a história conheceu.

Continuar lendo “Declaração conjunta por ocasião do Dia da Heroicidade (junho de 2018)”

Colômbia: 45ª aniversário do tombamento em combate do camarada Kaypakkaya (Organização Maoista para a Reconstituição do Partido Comunista da Colômbia)

Tradução não-oficial do alemão para o português

Retirado originalmente de demvolkedienem


Documentamos a seguir mensagem dos camaradas da Organização Maoista para Reconstituição do Partido Comunista da Colômbia que juntaram-se às celebrações organizadas pelos camaradas de Partizan em Basel (Suíça) e St. Pölten (Áustria):

Proletários de todos os países, uni-vos!

A Organização Maoista para a Reconstituição do Partido Comunista da Colômbia envia suas saudações ao TKP / ML – Comitê Central e ao Exército de Libertação de Operários e Camponeses da Turquia (TIKKO), que continua o legado revolucionário deixado por Ibrahim Kaypakkaya e, portanto, lutando para desenvolver a Guerra Popular.

Continuar lendo “Colômbia: 45ª aniversário do tombamento em combate do camarada Kaypakkaya (Organização Maoista para a Reconstituição do Partido Comunista da Colômbia)”

Declaração conjunta por ocasião do 45º aniversário do tombamento de Ibrahim Kaypakkaya (junho de 2018)

Tradução não-oficial do alemão para português

Originalmente retirado de Dem Volke Dienen


Longa vida a Ibrahim Kaypakkaya no 45º aniversário de seu assassinato!

Este ano completa-se o 45º aniversário do assassinato do representante do proletariado internacional na Turquia, o fundador do TKP / ML (Partido Comunista da Turquia / Marxista-Leninista), Ibrahim Kaypakkaya. O camarada Ibrahim Kaypakkaya tinha apenas 24 anos quando foi assassinado pelas graves torturas do fascista Estado turco em 18 de maio.

Continuar lendo “Declaração conjunta por ocasião do 45º aniversário do tombamento de Ibrahim Kaypakkaya (junho de 2018)”

Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte V

V – Analisar as coisas cientificamente e apreender a essência através das aparências

Nota do Redator: Para compreender as coisas objetivas, para ver sua essência através das aparências, é necessário a análise científica. O camarada Mao Tsetung disse: “Qualquer questão deve ser abordada desde o ponto de vista de sua essência, e as manifestações externas consideradas somente como guias, que nos conduzem a uma porta, transposto o umbral desta, devemos assimilar a essência da questão. Tal é o método de análises seguro e científico.” A natureza de uma coisa é determinada por sua contradição principal, particularmente o aspecto principal de sua contradição principal. Ao compreender claramente a essência de uma coisa, podemos apreender as leis de seu desenvolvimento e não nos desorientarão as aparências e, na luta de classes, na luta pela produção e na experimentação científica, nos manteremos firmes na direção correta desde o início até ao fim.

Continuar lendo “Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte V”

Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte IV

IV – Apreender a contradição principal e concentrar forças para resolvê-las

Nota do Redator: Ao fazer qualquer trabalho, devemos esforçar-nos por descobrir numa situação complexa a contradição principal e o aspecto principal dessa contradição. O camarada Mao Tsetung nos ensina: “Todos os comunistas devemos saber que o estudo de distintos modos de desigualdade na contradição, da contradição principal e as não principais e dos aspectos principal e não principal da contradição, é um dos métodos mais importantes que permitem a um partido político revolucionário determinar corretamente suas diretrizes estratégicas e táticas nos campos político e militar.”

Continuar lendo “Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte IV”

“Podem nos cortar em mil pedaços mas não podem quebrar nossa moral Comunista” (1987)

Por ocasião do Dia da Heroicidade – 19 de Junho

Retirado de Dazibao Rojo


 POR OCASIÃO DO 19 DE JUNHO DE 1986

DIA DA HEROICIDADE

 “PODEM NOS CORTAR EM MIL PEDAÇOS MAS NÃO PODEM QUEBRAR NOSSA MORAL COMUNISTA”*

A carta chegou a nós, e a publicamos como testemunho do mais sério genocídio no país. Quase lúcida para uma morte. Dramática e cheia de esperança.

A missiva foi escrita quando o Pavilhão Azul, que os presos políticos chamavam de Luminosa Trincheira de Combate, foi totalmente destruído pelos bombardeios de morteiros, bazucas e tiros de canhão dos marinheiros. O agonizante senderista, finalmente deixou de existir junto a mais de 150 presos assassinados nesta ilha penal.

Continuar lendo ““Podem nos cortar em mil pedaços mas não podem quebrar nossa moral Comunista” (1987)”

Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte III

III – Conhecer a particularidade da contradição, analisar concretamente as coisas concretas

Nota do Redator: As contradições existem em todas as partes, porém é distinta a natureza da contradição nas diferentes coisas. São necessários métodos diferentes para resolver os diferentes tipos de contradições. O camarada Mao Tsetung nos ensina que “ao estudar a natureza específica de qualquer contradição… devemos fazer uma análise concreta e descartar a arbitrariedade subjetiva. Sem uma análise concreta não pode haver conhecimento da natureza específica de contradição alguma”. No enfoque dos problemas, no cultivo agrícola, no trabalho técnico, na difusão da experiência ou no trabalho político e ideológico, devemos partir da situação real, aplicar os princípios da dialética materialista e analisar concretamente as coisas concretas.

Continuar lendo “Exemplos que ilustram a lei da unidade dos contrários (Pequim Informa, 1966) – Parte III”