Equador: Yankee Go Home! (Partido Comunista do Equador – Sol Vermelho, 2018)

Tradução não-oficial


Pronunciamento do PCE – Sol Vermelho em relação a visita do vice-presidente do USA ao país.

Ianques go home!

¡fuera de aqui ! PCE-SR

“Tudo parece indicar que os países da América, Asia, Africa terão que seguir pelejando com o Estados Unidos até o fim, até que o vento e a chuva destruam este tigre de papel”
Presidente Mao

A visita da hiena Mike Pence, vice-presidente do USA ao Equador foi manejada com pouco detalhe até o dia em que chegou ao país.

Quanta infâmia e miséria deste regime entreguista de Moreno, falar em nome do povo do Equador para expressar o beneplácito pela visita do representante da superpotência imperialista do USA que, em conluio e pugna com outras potências imperialistas hoje, tal como ontem, segue gerando violência, fome, miséria, exploração e morte no planeta, particularmente nos países do terceiro mundo.

As razões de sua visita são óbvias. Vem em nome da paz, mas com a morte debaixo dos braços.

O regime de Moreno já evidenciou ao país e ao mundo sua proximidade ao FMI, avivando o saqueio do país por parte das transnacionais depredadoras e exploradoras, fundamentalmente ianques, e agora, a propósito do conflito latente na fronteira norte, a negociação de ajuda militar manifesta em equipamento de armamento, eletrônica militar, inteligência, treinamento militar e participação ativa de militares estrangeiros na zona de conflito na província de Esmeraldas.

Mas estes são apenas alguns aspectos de sua visita. Já o USA manifestou a importância que teve a base estadunidense de Manta (FOL) na luta contra o narcotráfico e o terrorismo. Obviamente, quando eles, o imperialismo, fala de terrorismo, está falando do povo em armas que exerce seu legítimo direito a rebelar-se.

Hoje pretendem voltar a instalar a base militar no país para fortalecer posições militares e de controle à sub-região andina, cujo elemento estratégico já foi consolidado na Colômbia, onde eles mantém 7 bases militares e uma ferramenta política repressiva quase desequilibrante ao haver incluído esse país na OTAN, ou seja, convertê-lo em parte da aliança militar imperialista, que é precisamente para onde querem arrastar o país com o apoio do cachorro Lenin Moreno.

As declarações oficiais manifestam que a presença de Pence no país “Nos dá uma visão positiva do que pensa um país com o qual temos muitos laços inclusive cooperação, com o qual estamos trabalhando inclusive pela segurança da fronteira, que é um elemento vital para a produção de toda esta região, e é importante porque seremos sócios em um problema que é mundial, como o que está acontecendo na fronteira norte, o narcotráfico, guerrilha, são problemas que não são de um só país, são internacionais”. Isso é tudo, o tema central é a luta contra os povos, porque o terrorismo e o narcotráfico, é coisa de militares, polícias, empresários e paramilitares.

Diante do exposto, o proletariado e povo do Equador RECHAÇA E ABOMINA A PRESENÇA DO VICE-PRESIDENTE DO USA NO PAÍS. Considera que, dadas as atuais circunstâncias, estas definem que a contradição principal que existe no país é nação-imperialismo e que a luta anti-imperialista deve ser fortalecida em todos os âmbitos: político, militar e de massas, que, ademais, como nos ensinou o Presidente Gonzalo, deve estar indesligavelmente cingida à luta contra o revisionismo e a reação mundial. Condenamos também a política do cachorro servil e entreguista de Lenin Moreno, e seu governo que transforma-se em repressor, esfomeador e logo, lacaio do imperialismo ianque, a quem manifestamos nosso mais profundo ódio de classe.

À classe e ao povo está claro o que deve ser feito. O caminho está traçado. O Presidente Gonzalo diz em seu discurso: “Somos os iniciadores”, definiu claramente o caminho que terá que seguir o imperialismo em sua agonia: “ao atacar, ao agredir, ao lançar ofensivas, se desparramam e entram nas entranhas poderosas do povo; e o povo desperta, se arma e alçando-se em rebelião põe forcas no pescoço do imperialismo e dos reacionários, os pega pela garganta, os aperta; e, necessariamente os estrangulará. Desfigurará as carnes reacionárias, as converterá em farrapos e afundará na lama essas negras piltrafas, o que restar incendiará e suas cinzas espalhará aos ventos da terra para que não fique senão a sinistra recordação do que nunca há de voltar, porque não pode nem deve voltar”.

Como comunistas nos corresponde assumir o desafio de combater o imperialismo e seus aliados com nosso mais fervoroso e reativo ódio de classe, caso contrário seremos tudo, menos comunistas.

Reafirmamos uma vez mais que tanto o imperialismo, como a grande burguesia, os grandes latifundiários, o revisionismo e o regime entreguista de Moreno são inimigos de morte da classe e do povo do Equador.

IANQUES GO HOME!

COMBATER O IMPERIALISMO EM TODOS OS PLANOS E CENÁRIOS!

COMBATER O REGIME ENTREGUISTA DO CACHORRO LENIN MORENO!

MORTE AO IMPERIALISMO!

MORTE AO REVISIONISMO!

COMBATER COM PROFUNDO ÓDIO DE CLASSE O REGIME ENTREGUISTA DO CACHORRO MORENO E SUA MATILHA DE LACAIOS!

CONQUISTAR O SOL VERMELHO DA LIBERTAÇÃO: O COMUNISMO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s