Declaração sobre o Presidente Gonzalo do PCP e do Partido Comunista do Brasil – FV (12 de setembro de 2021)

Proletários de todos os países, uni-vos!

24 de setembro 2021: Dia Internacional de ação pelo Presidente Gonzalo

Pelo seu glorioso triunfo para o maoísmo, a guerra popular, o PCP e a Revolução Proletária Mundial e em celebração do 29º aniversário de seu discurso

O 11 deste mês, o Presidente Gonzalo entregou sua vida pelo imarcescível marxismo-leninismo-maoismo, o Partido, a guerra popular e a Revolução Proletária Mundial na mais alta luminosa trincheira de combate da Base Naval de Callao.

O governo reacionário encabeçado pelo “rondero” oportunista Pedro Castillo Terrones consumou o plano contrarrevolucionário de aniquilamento do Presidente Gonzalo buscando destruir a Chefatura e seu todo-poderoso pensamento gonzalo. Com a entrega da própria vida o Presidente Gonzalo aplastou o plano da CIA-ianque-reação peruana-LOD.

Com o mais profundo ódio de classe aplastamos, condenamos e rechaçamos este horrendo e incomensurável crime contra o Presidente Gonzalo consumado pelo mandato do presidente do velho Estado peruano Pedro Castillo Terrones. Este governo reacionário encabeçado pelo oportunismo se desfez de todo disfarce para cobrir-se de infâmia genocida contrarrevolucionária, que nenhum de seus antecessores quis assumir, emulando só a seu professor fascista, genocida e vende-pátria Alberto Fujimori. O povo e só o povo com guerra popular aplicará a devida sanção pelo imenso e ignominioso crime a todos estes miseráveis imperialistas reacionários e ratazanas traidoras da LOD.

O plano reacionário aplicado com extrema crueldade por cerca de 29 anos se exaltou sempre contra a indobrável, férrea feroz resistência do grande Chefe proletário, grande comunista, quem devenindo em prisioneiro de guerra do velho Estado peruano transformou o campo de concentração da Base Naval de Callao na mais alta luminosa trincheira de combate.

Com sua heroica entrega o Presidente Gonzalo aplastou a linha oportunista de direita revisionista e capitulacionista, encabeçada pela ratazana Míriam. LOD, que chamou a terminar a guerra popular, renegando do Presidente Gonzalo, do maoísmo, do pensamento gonzalo, da Base de Unidade Partidária, aprovada no I Congresso do PCP, tudo em função de melhores condições de prisão clamando de joelhos pela anistia para servir aos planos do imperialismo e a reação de destruir a Chefatura do Partido e o pensamento gonzalo, servindo ao isolamento absoluta e perpétuo do presidente durante cerca de 29 anos.

O Presidente Gonzalo, como os comunistas, os combatentes e os filhos das massas durante estes mais de 41 anos de guerra popular, desfraldando ideologia, valor e heroicidade, despregadas audazmente em inflamado desafio bélico entregou sua vida pela guerra popular.

O Presidente Gonzalo conquistou uma grande vitória política, militar e moral para o maoísmo, o Partido Comunista do Peru, a guerra popular, a revolução democrática em marcha ininterrupta ao socialismo e o comunismo, para a classe, para o povo peruano e os povos do mundo, para o movimento comunista internacional. O 11 de setembro será recordado por todos os comunistas da Terra por este grande significado histórico de alcance universal, que é o encerrar de um período e o selo de abertura de um novo período de revoluções.

Chamamos aos partidos do Movimento Comunista Internacional, aos revolucionários e povos do mundo para levar conjuntamente a Campanha Internacional pela Defesa da Chefatura do Presidente Gonzalo e seu Todo-poderoso Pensamento, que começa com o dia internacional de ação este 24 de setembro, dia celebratório do 29º aniversário do discurso do Presidente Gonzalo, que brilha vitorioso e desafiante ante o mundo como arma de combate de comunistas, combatentes e massas. Unamo-nos sob a vermelhíssima, ainda mais vermelha de sangue derramado heroica, historicamente à torrente pelo Presidente Gonzalo, bandeira do maoísmo içada ao mais alto cume.

Chamamos ao Dia Internacional de Ação como início da campanha que deve expressar e honrar a vida e obra do Presidente Gonzalo, o grande triunfo conquistado com sua heroica morte.

O dia internacional de ação deve ser uma celebração da vitória política, militar e moral da guerra popular no Peru conquistada pelo Presidente Gonzalo. Sua morte heroica iluminou e estremeceu o mundo dando-nos uma grande vitória para a revolução proletária mundial, a defesa do maoísmo, a guerra popular e o Partido, propinando um golpe contundente ao imperialismo, a reação e seus serventes do novo revisionismo encabeçado a nível mundial pelas ratazanas da LOD revisionista e capitulacionista.

Honra e Glória eterna ao Presidente Gonzalo!

Guerra popular até o comunismo!

Partido Comunista do Peru

Partido Comunista do Brasil (Fração Vermelha)

12 de setembro de 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s