Turquia: Camarada Gonzalo, chefe da Revolução no Peru, é imortal! (TKP/ML, setembro, 2021)

Tradução não-oficial.

Nota da Revista Internacional Comunista: apresentamos uma declaração do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da Turquia/Marxista-Leninista. Essa [refere-se à tradução para espanhol] é uma tradução não oficial de nossa redação e, como tal, pode conter deficiências ou erros de tradução.

Proletários de todos os países, uni-vos!

Camarada Gonzalo, chefe da Revolução no Peru, é imortal!

Abimael Guzman (Gonzalo), chefe do Partido Comunista do Peru, foi assassinado pelo Estado da República do Peru em 11 de setembro de 2021. Glória a Gonzalo, o líder ideológico-político-organizacional da gloriosa Guerra Popular dirigida pelo Partido Comunista do Peru, o valoroso filho do povo do Peru e do proletariado internacional. A luta ininterrupta do “Proletariado Internacional” pelo comunismo, e a vontade e perseverança sob o comando do Marxismo-Leninismo-Maoísmo, continuará a crescer, carregando adiante o compromisso de Gonzalo para com a revolução e o comunismo.

Gonzalo está gravado nas páginas da história como o comunista histórico que liderou o Partido Comunista do Peru e a guerra revolucionária, providenciando-o com a equipagem teórica e política, através e como resultado da luta prolongada. Ele afirmou que a revolução no Peru somente seria vitoriosa através da Guerra Popular Prolongada. Ele assegurou seu início. De 1980 até sua captura em 12 de Setembro de 1992, ele converteu com sucesso o povo do Peru em participantes ativos na guerra revolucionária com a Guerra Popular sob sua liderança. Ele desenvolveu e avançou a Guerra Popular contra a sanguinária, asfixiante, reacionária e fascista República do Peru. Ele desenvolveu a linha comunista que inspiraria a América Latina. Ele honoravelmente conquistou a hostilidade das potências imperialistas, principalmente do USA. Isso ocorreu porque a revolução no Peru desenvolvia, avançava e marchava em direção ao sucesso, enquanto que o social-imperialismo russo tinha desfeito-se de sua máscara de socialismo. Essa luta de classes perfurou por através da propaganda e desfez as posições de que “a era do socialismo e da revolução acabou”. Ataques à linha comunista e à sua direção se intensificaram com o resultante medo e ansiedade que elas induziam. O Estado da República do Peru – com o forte apoio do imperialismo norte-americano – intensificaram seus ataques reacionários e capturaram Gonzalo e muitos outros camaradas em 12 de Setembro de 1992. Em 28 de Setembro ele tentaram humilhá-lo ao expô-lo ao mundo numa jaula. Gonzalo gritou para o mundo inteiro de dentro da “jaula” que a “Guerra Popular no Peru” com o poder do “Marxismo-Leninismo-Maoísmo” iria continuar ininterruptamente e que sua vitória era inevitável. Com punhos cerrados, ele cantou a Internacional, assinalando a invencibilidade da grande causa do proletariado.

O Camarada Gonzalo foi mantido em isolamento completo na Base Naval de Callao desde a data de sua captura até o dia em que foi assassinado. Ele foi separado de sua família, de seus camaradas e de todo o mundo. O Estado da República do Peru viu isso como um meio para sufocar, isolar e derrotar a revolução no Peru, separando-a de seu fundador e líder teórico. O estado fascista da República do Peru persistiu mantendo Gonzalo em isolamento completo por 29 anos – à despeito de sua idade avançada e saúde deteriorada. No caso de Gonzalo eles ignoraram e violaram todas as normas e regras de guerra, assim como leis locais e internacionais. Por conta de sua liderança na Guerra Popular, o imperialismo e a reacionária República do Peru passaram a temê-lo. Por isso, eles o expuseram numa jaula e o condenaram a 29 anos de isolamento completo.

À medida em que seus problemas de saúde pioraram em 13 de julho, ele foi hospitalizado no dia 20 de julho, mas foi dispensado em 5 de agosto, ainda que não tivesse havido melhoras em sua condição de saúde. Ele foi então enviado de volta para sua prisão particular, onde ficou isolado por 29 anos. Na manhã de 11 de setembro, ele foi assassinado pelo Estado Peruano em sua cela de isolamento. Isto foi um massacre selvagem e brutal levado adiante pelos governantes, consumidos por seu ódio de classe contra a revolução e o socialismo. Gonzalo foi deliberadamente assassinado pelo imperialismo e pela reacionária República do Peru.

O Camarada Gonzalo desenvolver e contribuiu à linha da Guerra Popular junto ao caminho Marxista-Leninista-Maoista contra os ventos reacionários que sopravam no mundo. Ele deixou sua marca na história como um comunista dedicado aos interesses do povo do Peru, como um líder valoroso e firme do proletariado internacional.

O Camarada Gonzalo tem uma importância histórica na formulação e delineação das contribuições do Presidente Mao ao Marxismo-Leninismo.

Ele é um líder comunista especial, que provou e apresentou teoricamente ao proletariado internacional que o Marxismo-Leninismo tinha alcançado o estágio do Maoísmo. Seu nível de entendimento e aplicação do MLM inspirou de maneira bem-sucedida todas as forças maoístas.

Agora é hora de honrar sua memória. Agora é hora de seguir sua linha, que mostra o que é possível conquistar, ir contra a corrente, a despeito das condições difíceis.

Nós chamamos ao nosso povo, às forças revolucionárias, ao Movimento Comunista Internacional e movimentos revolucionários a honrarem a memória revolucionária-comunista de Gonzalo, e a organizar amplas e poderosas comemorações e protestos para desmascarar a política genocida da República do Peru! É nosso dever revolucionário difundir o conhecimento e tomar ação para julgar como responsáveis por este massacre a República do Peru e os imperialistas. Nossos camaradas imortais são luz que ilumina nossa luta. Com sua fé e determinação, continuaremos a intensificar a luta de classes e reafirmar nossa fé na causa do comunismo e na confiança de que é certa nossa vitória.

Glória ao Chefe Comunista Gonzalo!

Glória à Guerra Popular no Peru!

Glória à Guerra Popular destinada a vencer!

Glória ao Proletariado Internacional!

Glória ao Marxismo-Leninismo-Maoísmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s