Sobre a construção do Partido (PCP, 1976)

Tradução não-oficial

Comitê Central
Partido Comunista do Peru
1992

“Todas as lutas revolucionárias do mundo têm por objetivo tomar o Poder e consolidá-lo.”

Mao Tsetung.

Sintetizando as experiências de 100 anos de luta da classe operária e da revolução mundial, em 1948, o Presidente Mao Tsetung* escreveu:

“Para realizar a revolução, é necessário um partido revolucionário. Sem um partido revolucionário, sem um partido revolucionário criado sobre a teoria revolucionária marxista-leninista e no estilo revolucionário marxista-leninista, é impossível conduzir a classe operária e as amplas massas populares à vitória na luta contra o imperialismo e seus lacaios. Nos mais de 100 anos transcorridos desde o nascimento do marxismo, apenas graças ao exemplo dado pelos bolcheviques russos ao dirigir a Revolução de Outubro e a construção socialista ao vencer a agressão do fascismo, foram formados e desenvolvidos no mundo partidos revolucionários de novo tipo. Com o nascimento dos partidos revolucionários deste tipo, a fisionomia da revolução mundial transformou-se. A mudança foi tão grande que produziu, em meio a trovões e fogo, transformações totalmente inconcebíveis para as pessoas da velha geração… Com o nascimento do Partido Comunista, a fisionomia da revolução chinesa tomou um rumo inteiramente novo. Acaso não é suficientemente claro este fato?” (o destacado é de nosso Partido).

Continuar lendo “Sobre a construção do Partido (PCP, 1976)”

Anúncios

Alemanha: Chamado a boicotar as eleições (‘Servir ao Povo’ – DemVolkeDienen)

Tradução não-oficial

Documentamos aqui um chamamento ao boicote eleitoral em Bremen (Alemanha), que nos foi enviado pelo “Servir ao Povo” (DemVolkeDienen, DVD):

 

14-09 Boicote alemanha

Não votar!

Continuar lendo “Alemanha: Chamado a boicotar as eleições (‘Servir ao Povo’ – DemVolkeDienen)”

PCP: ‘Defender a Saúde e a Vida do Presidente Gonzalo desenvolvendo a Guerra Popular!’ (setembro de 2017)

gon monta

Proletários de todos os países, uni-vos!

Denunciamos a negra e grosseira campanha contrarrevolucionária dos meios de comunicação contra nosso querido e respeitado Chefe, o Presidente Gonzalo

Denunciamos, condenamos e marcamos a fogo a negra e grosseira campanha contrarrevolucionária dos meios de comunicação, tanto da televisão, rádio, periódicos como El Comercio e seminários como Sucesos etc. contra nosso querido e respeitado Presidente Gonzalo, chefe do partido e da revolução, o maior marxista-leninista-maoista vivente sobre a Terra, centro de unificação partidária e garantia de triunfo que nos leva até o comunismo. Chefatura do Presidente Gonzalo baseada em seu todopoderoso pensamento. Dizemos-lhes que por mais que lancem todo o barro e sua podridão reacionária não poderão melar sua imagem de grande Chefe Comunista e seu todopoderoso pensamento gonzalo, todopoderoso porque é verdadeiro.

Constantemente, a reação peruana, através de sua Guerra de Baixa Intensidade, leva a cabo estas campanhas contrarrevolucionárias dentro dos planos ianques de difamar, desprestigiar e seguir adiante no plano de aniquilar nossa Chefatura e desaparecer com o PCP e a Guerra Popular que este dirige à sua Reorganização Geral para sair do revés difícil e complexo.

Denunciamos, condenamos e esmagaremos seus negros planos e infâmias contra nosso Chefe, o Presidente Gonzalo, a águia do nosso partido, desenvolvendo a Guerra Popular e servindo à Revolução Proletária Mundial.

Lutando lado a lado ao nosso povo, o EPL vem destruindo as forças vivas do inimigo, cumpre seu papel e as três tarefas revolucionárias de Combater, Mobilizar e Produzir, demonstrando ao mundo que não nos assustará os perigos e que enfrentaremos as dificuldades coletivamente, encarnando e aplicando a ideologia do proletariado, o imarcescível Marxismo-Leninismo-Maoísmo, Pensamento Gonzalo, dirigidos pela nova direção do PCP, demonstrando nos fatos que é forja e forma do Presidente Gonzalo, aplicando sagazmente as cinco necessidades e os mil olhos e mil ouvidos do Partido, hoje próximo de cumprir o XXV Aniversário do vigente e magistral Discurso do Presidente Gonzalo, reafirmamo-nos neste, que constitui a síntese do III Pleno, um Peno histórico e transcendental, e [reafirmamo-nos] em:

Defender a Saúde e a Vida do Presidente Gonzalo desenvolvendo a Guerra Popular!

Partido Comunista do Peru

Peru, setembro de 2017

Perseverar no estilo de vida simples e luta dura, manter estreita ligação com as massas (Mao Tsetung, 1957)

Mao Tsetung

Março de 1957

1

O nosso Partido vai iniciar um movimento de retificação. Essa é uma maneira de resolver contradições dentro do Partido pela crítica e autocrítica e de resolver também as contradições entre o Partido e o povo. Desta vez, o movimento será dirigido contra três maus estilos – a burocracia, o sectarismo e o subjetivismo. Com essa retificação, nós devemos lutar por levar adiante a tradição do nosso Partido de vida simples e luta dura. Desde a nossa vitória na revolução que a vontade revolucionária de alguns dos nossos camaradas tem diminuído, o seu entusiasmo revolucionário tem decrescido e o espírito de servir o povo de todo coração tem sofrido uma quebra, assim como o espírito de desafiar a morte que eles revelaram no tempo em que combatemos os nossos inimigos; ao mesmo tempo, eles começam a exigir cargos e honras, tornando-se exigentes em relação ao que comem e vestem, competindo por melhores salários e lutando por adquirir fama e benefício – todas estas tendências estão aumentando. Ouvi dizer que, no decurso da classificação dos quadros, realizado no ano passado, algumas pessoas começaram a chorar e fizeram grandes cenas. Não é verdade que as pessoas têm dois olhos? As gotas de água que brotam dos seus olhos chamam-se lágrimas. Quando a classificação não corresponde aos seus desejos, as lágrimas começam a cair pelas suas faces. Eles nunca derramaram uma única lágrima durante a guerra contra ChiangKaicheck, durante o movimento de resistência à agressão americana e de apoio à Coréia, durante a reforma agrária e a eliminação dos contrarrevolucionários, nem nunca verteram uma lágrima durante a construção do socialismo, mas assim que os seus interesses pessoais foram afetados, rios de lágrimas começaram a correr. Ouvi mesmo falar de alguns que se recusaram a comer durante três dias. Devo dizer que não faz grande diferença que algum deixe de comer durante três dias, mas seria um bocado perigoso se isso se prolongasse por uma semana. Em resumo, surgiu uma tendência de lutar pela fama e pelos cargos, para comparar os salários, a comida, a roupa e as comodidades. Continuar em greve de fome e derramar lágrimas por causa do interesse pessoal pode ser considerado uma espécie de contradição no seio do povo.

Continuar lendo “Perseverar no estilo de vida simples e luta dura, manter estreita ligação com as massas (Mao Tsetung, 1957)”

Condenamos a agressão ianque contra o patriótico povo coreano, e aos imperialistas russos e chineses que empurram a RPDC à capitulação (Associação de Nova Democracia Nuevo Peru, 2017)

Nota do blog: Reproduzimos tradução não-oficial do pronunciamento da Associação de Nova Democracia Nuevo Peru (Hamburgo, Alemanha) por ocasião dos crescentes episódios de provocação do imperialismo ianque na península coreana, e dos imperialistas russos e social-imperialistas chineses que tentam jogar a RPDC ao desarme nuclear e à capitulação.


Continuar lendo “Condenamos a agressão ianque contra o patriótico povo coreano, e aos imperialistas russos e chineses que empurram a RPDC à capitulação (Associação de Nova Democracia Nuevo Peru, 2017)”

Sobre a atual situação na Venezuela – Parte III Seção IV

Nota do Blog: Publicamos mais uma parte da análise dos companheiros da Associação de Nova Democracia – Hamburgo (Nuevo Peru) a respeito da Venezuela.

SEÇÃO IV

UMA LEITURA CRÍTICA DO ARTIGO “VENEZUELA: A CRISE ECONÔMICA DE 2016, DE MANUEL SUTHERLAND”

Prosseguimos com a análise.

Vemos que o emprego na indústria reflete esta pobreza de desenvolvimento: “Como se pode observar, segundo os dados publicados pelo INE (Instituto Nacional de Estatística. NT) em 2004, a Indústria de Processamento e Produção de Alimentos e Bebidas está muito acima das demais indústrias no que diz respeito ao pessoal empregado, representando mais de 30% do total, um pouco mais de cem mil empregados 7. Seguida das Indústrias de Substâncias e Produtos Químicos com quase 10%, do setor de Fabricação de Metais Comuns e Produtos de Metal (excetuando as Maquinarias e Equipamentos) que têm uns 15,7% entre ambos. A Fabricação de Produtos de Borracha e a Fabricação de Produtos Minerais Não-Metálicos mantêm 6,48% e 6,02% do pessoal empregado, respectivamente”.

Continuar lendo “Sobre a atual situação na Venezuela – Parte III Seção IV”

Sobre a atual situação na Venezuela – Parte III Seção III

Nota do blog: Seguimos com a publicação da importante análise dos camaradas da Associação de Nova Democracia – Hamburgo.

Seção III

Sobre a situação da Venezuela: Uma leitura crítica do artigo “Venezuela: A crise econômica de 2016, de Manuel Sutherland”

Continuamos abordando a situação da Venezuela a partir de uma leitura crítica do artigo“Venezuela: a crise econômica de 2016, de Manuel Sutherland”, publicado em sinpermisso, em 31/08/2016. Manuel é pesquisador do Centro de Pesquisa e Formação Operária (CIFO, em espanhol) e professor que sofreu represália da Universidade Bolivariana da Venezuela.

 Aprofundamento do capitalismo burocrático e maior ruína da economia do país (queda continuada da produção e da produtividade)

Continuar lendo “Sobre a atual situação na Venezuela – Parte III Seção III”

Brasil (FRDDP): Declaração sobre os protestos contra o G-20 em Hamburgo

Retirado de Associação de Nova Democracia Nuevo Peru ( Hamburgo, Alemanha)

 

Proletários e povos oprimidos de todo o mundo, uni-vos!

Declaração sobre os protestos contra o G-20 em Hamburgo

Viva a união do proletariado e povos do mundo contra o imperialismo!

 

“A revolução mundial somente pode triunfar se o proletariado dos países capitalistas apoiarem a luta de libertação dos povos coloniais e semicoloniais, e se o proletariado das colônias e semicolônias apoiem a luta libertadora do proletariado dos países capitalistas”.

Presidente Mao Tsetung,  Em memória de Norman Bethune

Continuar lendo “Brasil (FRDDP): Declaração sobre os protestos contra o G-20 em Hamburgo”