“Têmpera distinta”, por Presidente Gonzalo

Nota do blog: O seguinte poema que publicamos em sequência foi retirado do livro “Tempos de Guerra”, organizado com poemas atribuídos ao Presidente Gonzalo.presidente gonzalo foto


Têmpera distinta

Somos comunistas
de têmpera distinta
de material especial
Somos comunistas
dispostos a tudo
Sabemos
o que temos
que enfrentar
O temos enfrentado já
O enfrentaremos amanhça

O amanhã será duro
mas
estaremos temperados
pelo passado
e nos forjamos
hoje.

Temos um alto otimismo
somos condutores
fazedores do amanhã
somos guias
estado maior
do invencível triunfo
da classe.

Por isso
somos
otimistas

participamos
das divinidades
do mundo atual
a massa
a classe
o Marxismo
a Revolução

Temos
inesgotável
entusiasmo
Somos fortes
otimistas
vigorosos de alma
E transbordamos
entusiasmo.

“Tem se rebelado”, por Presidente Gonzalo

Nota do blog: O seguinte poema que publicamos em sequência foi retirado do livro “Tempos de Guerra”, organizado com poemas atribuídos ao Presidente Gonzalo.presidente gonzalo foto

 


Tem se Rebelado

Desde os velhos tempos
as massas
vivem sujeitas
à exploração
e opressão
e sempre
se rebelou.

Desde sempre
desde que combatem
têm clamado
por organizar
a rebelião
seu armamento
seu levantamento
que se lhes dirija
que se lhes conduza.

Sempre tem sido assim

E seguirá sendo
e depois
que houver outro mundo
seguirá sendo.


que
de
outra
maneira.

Mulheres combatentes do Partido Comunista do Peru (vídeo)

Nota do blog: Durante, principalmente, os primeiros 12 anos de Guerra Popular, o PCP e seus organismos gerados tinham grande inserção e atuação de resistência nas prisões, organizando, mediante disciplina férrea, uma autossustentação (providenciar comida, medicamentos e mantimentos em geral próprios, frustando os planos da reação de, como o fizeram no início, misturar vidro quebrado ou veneno nos alimentos, etc.) e transformando a prisão, de uma masmorra do velho Estado para sufocar e destruir a vontade e a alma do prisioneiro, em luminosas trincheiras de combate, verdadeiras bases revolucionárias. No seguinte vídeo, gravado pelo próprio partido e, a posteriori, divulgado abertamente na Internet, há a intervenção das mulheres do PCP em marchas, apresentações políticas e culturais.

“A grande ruptura”, por Presidente Gonzalo

Nota do blog: O seguinte poema que publicamos em sequência foi retirado do livro “Tempos de Guerra”, organizado com poemas atribuídos ao Presidente Gonzalo.presidente gonzalo foto


A grande ruptura

O tempo chegou,
Camaradas,
o tempo chegou

É tempo de grande ruptura

Se no mundo caduco
temos
algum interesse
não poderemos
destruí-lo

Individualmente
poderemos ser débeis
Um, como indivíduo
como pessoa
pode ser frágil e débil

Mas a Revolução
é todo-poderosa
e a Revolução Armada
mais ainda
porque se sustenta
nas massas
que é a força
da terra
porque as dirige
o Partido
que é a luz
do Universo.

36 anos do início da Guerra Popular no Peru

Nota do blog: Por ocasião dos 36 anos do início da Guerra Popular no Peru que se completa no dia de hoje, 17 de maio de 2016, publicaremos uma série de materiais, incluindo textos, artigos, vídeos e imagens, sobre o Partido Comunista do Peru (PCP) e sua chefatura e pensamento guia, Presidente Gonzalo e o pensamento Gonzalo; o Exército Guerrilheiro Popular (EGP) e a situação da Revolução Peruana.

Iniciamos com uma breve matéria, que fora publicada no Jornal A Nova Democracia edição 169, que dá breve repassada sobre a condição geral do PCP, Presidente Gonzalo e da Revolução Peruana.

Viva a Revolução Peruana!
Honra e glória ao Partido Comunista do Peru!
Defender a vida e a saúde do Presidente Gonzalo!

Continuar lendo “36 anos do início da Guerra Popular no Peru”