Novo ato de guerra impõe baixas policiais no USA (Redação AND)

Nota do blog: Reproduzimos matéria publicada no Blog da Redação do jornal A Nova Democracia sobre o novo ataque contra as forças policiais genocidas no USA, que foram emboscadas pela segunda vez em menos de 10 anos com saldo de 8 aniquilados.

Importante para compreender que existe uma situação revolucionária em desenvolvimento no USA, como em todo o mundo, e que os setores mais fundos e profundos dos países imperialistas são a força motriz principal capaz de impulsioná-la até uma crise revolucionária e tomada do Poder. Compreender também, consequentemente, que o problema está na direção das lutas que já estão sendo travadas, tanto no USA quanto na Europa por essas massas negras/imigrantes, que demandam (para ganhar consequência revolucionária) serem dirigidas pelo proletariado, marxismo-leninismo-maoísmo, principalmente maoísmo. Aos maoístas, portanto, cabe lutar para dirigir as lutas e essas massas.

AP16200811986260
Autor da emboscada, Gavin Long, foi combatente ianque na ocupação do Iraque. “A guerra imperialista regressa a casa”.

Continuar lendo “Novo ato de guerra impõe baixas policiais no USA (Redação AND)”

Anúncios

A Questão Racial é uma Questão de Classe (Mao Tsetung)

Nota do blog: Reproduzimos, pela primeira vez em português no formato digital, o texto “A questão racial é uma questão de classe” de Mao Tsetung, onde são citadas frases do mesmo durante um encontro com líderes africanos.
Nosso objetivo ao reproduzir este e tantos outros textos que abordam este tema é para que compreendamos que a luta das massas negras e imigrantes, principalmente no USA e nos países imperialistas da Europa, é a forma como se reverte a luta de classes, visto que os negros e imigrantes constituem os contigentes mais fundos e profundos da classe operária nestes países, são os mais esmagados e, portanto, aqueles que têm em sua mente o mais profundo ódio de classe, sendo a força principal da revolução nos países imperialistas; a questão aos comunistas, muito longe de renegar, é lutar por dirigir estas lutas desorientadas que hoje se encontram dirigidas por outras ideologias ou angariadas para o campo da reação e da inconsequência, pois em essência se trata de produto da situação revolucionária em desenvolvimento desigual no USA e no mundo.
Segue o texto, traduzido pelo companheiro José Ferroso para o blog.

USA: as massas se levantam contra o genocídio imperialista (Nuevo Peru)

Nota do blog: Publicamos agora declaração às pressas emitidas pela Associação de Nova Democracia Nuevo Peru (Hamburgo, Alemanha) por ocasião e sobre a escalada descarada do genocídio imperialista contra o proletariado mais fundo e profundo nos Estados Unidos (composto principalmente pela população negra), e também sobre seu produto, o ato de guerra contra o imperialismo ianque aplicado por Micah X. Johnson, ex-combatente do imperialismo ianque no Afeganistão, negro, que aplicou o manejo da arma e das técnicas de guerra contra o verdadeiro inimigo dos povos: o imperialismo e seus aparatos de repressão genocidas.

Declaração pode ser lida em espanhol no site http://vnd-peru.blogspot.com.br/.

a19-800x430
Micah X. Johnson, produto da opressão e do justo ódio de classe.

Continuar lendo “USA: as massas se levantam contra o genocídio imperialista (Nuevo Peru)”

Declaração de apoio aos negros americanos em sua justa luta contra discriminação racial pelo imperialismo norte-americano (Mao Tsetung)

Nota do blog: Este texto é uma declaração do Presidente Mao em apoio a luta revolucionária afro-americana que, na época, era levada a cabo por organizações e personalidades como Robert Williams, Malcolm X, etc. Essa declaração foi o impulso definitivo para a aproximação dos movimentos afro-americanos à personalidade de Mao e ao marxismo-leninismo, aproximação essa que ainda hoje existe consistentemente. Depois dessa declaração, a partir de 1966, surge o Partido dos Panteras Negras pela Autodefesa como uma organização de luta das massas influenciada pelo marxismo-leninismo e pelos ensinamentos do Presidente Mao, dentre muitas outras.

De toda a história da resistência das massas negras que nunca deixaram de combater na cidadela mais fortificada e protegida do imperialismo – mostrando sua decisão e coragem muito além dos revisionistas no USA que se escondem por detrás dos livros – através de suas organizações de massas como o Partido dos Panteras Negras e semelhantes, até mesmo com outras organizações de tipo religioso que dirigia ideológico-politicamente uma parte dessas massas; o que sempre faltou foi uma direção revolucionária capaz de responder à altura a demanda dessas massas, uma direção à altura dessas massas tão combativas, para desembocar tal energia numa revolução, único caminho que responde realmente aos interesses dessas massas. Esta direção não pode ser outra que não um Partido Comunista no USA, partido que precisa ser reconstituído pelos revolucionários para impulsionar a luta dessas massas negras, dos imigrantes, do proletariado e massas populares em geral. Partido Comunista maoísta militarizado dirigindo o Exército Popular e a Frente Única: só assim se garantirá a vitória da classe e se dará consequência revolucionária à heróica luta das massas.

De imprescindível importância, segue a Declaração do Presidente Mao, inédito em português em formado digital, traduzido para o blog. Continuar lendo “Declaração de apoio aos negros americanos em sua justa luta contra discriminação racial pelo imperialismo norte-americano (Mao Tsetung)”

Tese sobre a questão negra (Internacional Comunista – 1922)

Nota do blog: A publicação que segue foi produzida em 30 de novembro de 1922, no IV Congresso da III Internacional – ou Internacional Comunista -, e que é um retrato dos avanços dos comunistas na resolução do problema.
Hoje, vemos no USA a agudização da contradição burguesia-proletariado onde a população negra (principalmente) e os imigrantes (entre os últimos, principalmente os hispânicos) são a força motriz da revolução socialista lá, pois constituem os setores mais fundos e profundos, mais oprimidos, mais explorados e, consequentemente, os mais revolucionários que impulsionam a luta de classes. Eis, pois, a razão da ligação tão íntima entre a luta de classes com a aparência racial, não somente, mas principalmente no USA.
Devemos nos esforçar por compreender as condições e a relação entre a permanente “tensão racial” no USA, assim como na Europa como “onda antimigratória” e xenofobia, como produto da luta de classes e uma de suas formas mais brutas. Estas massas são os setores, portanto, mais fundos da classe e assim devem ser vistos suas ações, tais como o atentado em Dallas: atos justos, embora sem direcionamento, de ódio de classe.

Continuar lendo “Tese sobre a questão negra (Internacional Comunista – 1922)”

Viva Zumbi dos Palmares! Viva o dia do Povo Preto!

Nota do blog: Reproduzimos nota da Coordenação Nacional da Liga dos Camponeses Pobres, assinada em dezembro de 2015, por ocasião do dia do Povo Preto, onde esta deslinda de modo que consideramos correto sobre o problema da questão racial.

Continuar lendo “Viva Zumbi dos Palmares! Viva o dia do Povo Preto!”

Escravidão doméstica assalariada: colonialismo, racismo e patriarcado.

Nota do blog: A seguinte matéria foi nos enviada por leitores e é de autoria da camarada Taciana S. Royes, apresentando dum ponto de vista proletário e militante a questão do assim dito “trabalho doméstico” (leia-se escravidão doméstica), suas origens e traços históricos.

Continuar lendo “Escravidão doméstica assalariada: colonialismo, racismo e patriarcado.”